terça-feira, 14 de fevereiro de 2006

Minha querida terra - Por Jeremias Catunda / Ipueiras


Na minha terra o Cristo tem pousada ...
E lá no morro a cidade vela!
Perto, bem perto, qual
divina tela
com os palmeirais a Ibiapaba amada.
Charmoso corre o
velho Jatobá ...
Sereno às vezes, às vezes violento
como se Tritão raivoso, ciumento,
a ninguém mais deixasse se banhar.
Na minha terra ao raiar do dia
cantam as graúnas nos carnaubais,
canções que a musa da
natura cria.
É Ipueiras - a terra, o céu, o mar!
Igual a ti - não se verá jamais ...
Não tens igual em todo Ceará!



Texto publicado originalmente no jornal O Povo, de Fortaleza.
Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.