sexta-feira, 2 de setembro de 2005

O Arco de Nova Fátima - Por Carlos Moreira / Ipueiras


Nova Fátima recebeu com muita alegria a imagem de sua padroeira. Doada pela Prefeitura Municipal de Ipueiras, a estátua da Virgem da Íria foi colocada na parte superior do Arco (imagem acima), ostentando rara beleza e esplendor.

Engenho dos Capuxus era o antigo nome daquela comunidade, hoje Nova Fátima, distrito da cidade de Ipueiras, interior do Ceará. No local foi construída uma capela em homenagem à Santa.

A construção do Arco foi iniciada em 2004 e este foi inaugurado com grandes festividades no dia 27 de agosto de 2005. Fiéis se aglomeraram para saudar a Virgem Santa. Foi celebrada uma missa abaixo do arco pelo padre Eliézio dos Santos. "Viva Nossa Senhora de Fátima!" Gritava a multidão.

Ao Arco irão orar católicos do distrito e região. O prefeito Nenem do Cazuza falou aos fiéis e ressaltou a religiosidade do povo de Nova Fátima, além de ter parabenizado a união daquela comunidade. A vereadora Tereza de Jesus Morais agradeceu a presença de todos e falou da importância da construção do Arco de Nossa Senhora. A primeira dama do município, Ana Tereza, ficou encantada com a festa em homenagem à Virgem Peregrina.


Os Secretários de Administração, Raimundo Nonato de Oliveira, e Obras, Welton Melo, participaram também emocionados com a população. Segundo o padre Eliézio dos Santos (foto acima, no centro), o distrito de Nova Fátima tem especial apreço por Nossa Senhora de Fátima. O símbolo do Arco que acolhe os visitantes desperta no povo o fervor e a devoção à Virgem Maria, tão característicos da população ipueirense. Na inauguração, a banda de música Joaquim Catunda Sobrinho (imagem abaixo, à esquerda) tocou hinos de louvor à padroeira.

Ipueiras é um município extremamente mariano, existem 87 comunidades, as quais se reúnem semanalmente na paróquia em torno da Palavra de Deus. *PC*


Banda de música e missa campal em Nova Fátima

(053)

Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.