terça-feira, 17 de maio de 2005

O Arco de Fátima - Por Bérgson Frota / Fortaleza


Homenagem a Nossa Senhora de Fátima no local onde hoje fica o Arco


O ano de 1953 foi festivo para o município de Ipueiras, a cidade completava setenta anos de municipalidade e coincidiu com o ano da peregrinação da imagem de Nossa Senhora de Fátima por todo o Brasil, com alegria os ipueirenses receberam a notícia de que a imagem milagrosa visitaria a cidade.


Às 5 horas da tarde do dia oito de novembro de 1953 a população festivamente recebia o santo ícone, fato inusitado aconteceu neste curto período, um padeiro de nome Vicente, mudo há treze anos, começou a berrar quando a estátua entrava na cidade em procissão dirigindo-se à igreja. À medida que avançava o cortejo, tentava o pobre homem receber da Virgem a graça de falar, a multidão gritava - "Viva Nossa Senhora de Fátima!" - e Vicente fazia grunhidos ininteligíveis. De repente como ato de fé legítima o mudo falou e entre lágrimas passou a gritar com os outros a saudação de louvor, tal fato assombrou e maravilhou os presentes. Treze horas permaneceu na cidade a imagem mariana, mas o milagre marcou tão profundamente o povo que no mesmo ano construiu-se um arco de madeira para homenagear a Santa.

Ao arco iam orar católicos da sede do município e dos distritos, mas não tardou e uma tempestade violenta acabou por derrubar este primeiro "altar", o povo reuniu-se e decidiu por construir um arco de alvenaria (foto logo acima), chamando para esta obra o engenheiro-prático Pedro Frutuoso, mestre que dez anos antes havia construído em um morro da cidade a estátua do Cristo Redentor (leia também O Cristo de Ipueiras). A obra iniciada em 1953 foi inaugurada com grandes festividades em 1954. No alto ao centro do arco a estátua da Santa com uma coroa iluminada foi posta.


Cerimônia de inauguração do Arco de Nossa Senhora de Fátima
Escolha da rainha, das princesas (duas) e das damas (seis) - 1954


No ano de 2004 o Arco de Fátima de Ipueiras completou cinqüenta anos, em todo este período sempre no mês de maio precisamente até o dia treze faz-se romarias e orações em louvor à Santa, mesmo tendo como padroeira Nossa Senhora da Conceição, o povo ipueirense ainda hoje presta uma grande devoção à Virgem da Íria.


Arco de Nossa Senhora de Fátima - Foto de 2005


As imagens da construção do Arco de Nossa Senhora de Fátima pertencem ao acervo pessoal de Edson Morais. O registro da cerimônia de inauguração integra o acervo do autor deste artigo, Bérgson Frota.

(027)

Postagem anterior
Próximo Post

Postado por:

0 comentários:

As opiniões expressas aqui não reflete a opinião do Blog Primeira Coluna.