segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Prefeitura de Ipueiras inaugura praça na localidade de Grossos

Centenas de pessoas participaram sábado (19), da solenidade de inauguração da praça Adélia Rodrigues Mourão na localidade de Grossos. O evento, organizado  pela prefeitura municipal de Ipueiras contou com a presença do prefeito Nenem do Cazuza, da primeira-dama Ana Tereza, familiares da homenageada, secretários, vereadores e lideranças políticas.


Os moradores receberam com muita alegria a conclusão da obra. Construída com recurso próprio, o equipamento faz parte do "Projeto Nossa Praça". O paisagismo contempla o ambiente de forma harmoniosa, trazendo um misto de beleza e bem-estar para os moradores da comunidade. O espaço recebeu piso intertravado de concreto, acessibilidade, iluminação  e bancos.

Prefeito Nenem do Cazuza e a primeira-dama Ana Tereza

O evento aconteceu na abertura dos festejos de São Judas Tadeu, padroeiro da comunidade.

Carlos Moreira é radialista
Senado deve concluir reforma da Previdência nesta semana

Senado Federal pode concluir a tramitação da reforma da Previdência no Congresso Nacional nesta semana. Está marcada para esta terça-feira (22) a votação em o segundo turno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que muda as regras de aposentadoria.
Na parte da tarde, ela passa por nova votação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Foram propostas 12 emendas que alteram a redação do texto, mas não o mérito da reforma – esse tipo de alteração deve ficar para a PEC paralela.
O relator, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), deve se pronunciar sobre as sugestões logo antes da reunião na CCJ. No mesmo dia, à noite, a matéria vai ao plenário, onde o governo espera superar o placar de 56 votos favoráveis. São necessários no mínimo 49.
Apesar de já ter respeitado o prazo de cinco sessões plenárias entre o primeiro e segundo turnos, o Senado ainda deve discutir o tema por mais duas. Como anunciou o senador Paulo Paim (PT-RS). “Como a gente fala, o jogo não terminou. O segundo turno, que é decisivo, é na terça. Tivemos audiência quinta, sexta, teremos segunda e teremos uma terça, ainda, de manhã”, lembrou.
A oposição aposta no segundo turno para tentar novas alterações no texto através de destaques, que são sugestões de mudanças na proposta. Nesta etapa final, é possível apresentar apenas destaques que retiram pontos do texto. Os governistas tentam manter o projeto como está para não ter novas desidratações, como ocorreu no primeiro turno.
Depois de passar pela última votação, a reforma vai ser promulgada pelo presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP).
Fonte: Jovem Pan
Taís Lopes apresenta Jornal Nacional e agradece com expressão nordestina: 'foi arretado demais'

Depois de muita expectativa, a jornalista Taís Lopes estreou na bancada do Jornal Nacional ao lado do mineiro Thiago Rogeh (representante da afiliada da TV Globo em Tocantins) na noite deste sábado (19), no Rio de Janeiro. A participação faz parte de uma série comemorativa pelos 50 anos do telejornal. Ao encerrar o jornal, ela agradeceu a oportunidade com o uso de um termo bem característico do Nordeste. "Foi arretado demais estar por aqui hoje", revelou.

Desde quarta-feira (16), Taís e Thiago estiveram nos Estúdios Globo recebendo instruções do apresentador e editor-chefe William Bonner, além de terem participado de reuniões de pauta com a também apresentadora Renata Vasconcelos e toda a equipe do JN.

tragédia do Edifício Andrea, que terminou com nove pessoas mortas e sete resgatadas com vida, foi destaque na edição deste sábado. Durante a chamada da matéria, a jornalista fez referência à cidade natal.

"Nesta semana minha cidade, Fortaleza, esteve no centro do noticiário. O Ceará todo esteve mobilizado acompanhando o trabalho dos bombeiros na busca por sobreviventes do prédio que desabou. Um trabalho que terminou hoje depois da confirmação de nove mortes", disse antes da matéria sobre o desastre ser exibida.

Na hora da previsão do tempo, o Ceará também ganhou destaque no JN. Taís chamou Tiago Scheuer, que abriu o quadro informando a temperatura em Fortaleza e a jornalista aproveitou para comentar sobre a ausência das chuvas no estado. "Bem que essa chuvinha aí prevista para outras regiões poderia ir para o meu Ceará", pediu Taís Lopes.

Fonte: DN
Desabamento do edifício Andrea acende alerta para prédios com danos estruturais

Muitos olhares voltaram-se, atentos, à estrutura de edifícios residenciais em 2019. Debates acerca da inspeção predial foram retomados após a queda parcial do Edifício Benedito Cunha, na Maraponga, em junho. Já o desabamento do Edifício Andrea, na última terça-feira (15), transformou o receio em pavor, em especial para moradores de prédios que compartilham alguma semelhança com a construção que ruiu na recente tragédia.

Edifício Royan, no bairro Papicu, se compara em idade. Foi construído há 36 anos, e, durante os últimos 16, é a moradia do administrador Paulo Macêdo, atual síndico do residencial. Ele relata os cuidados e a manutenção constante na área externa e em quase todos os apartamentos. Quase.Em uma das unidades, os danos estruturais podem ser observados na maioria dos cômodos, por todos os lados: teto, paredes e chão, com tijolos quebrados à mostra, além de rachaduras e buracos visíveis.

“Eu noto isso há mais de três anos. A pessoa que mora na unidade diz que é normal, que não tem risco. Mas a gente sabe que rachadura não é bom sinal, e o apartamento está deteriorado. É o único que está assim. Estamos esperando o diagnóstico da inspeção predial agora, no fim do mês”, afirma Paulo. 

De acordo com o síndico, a proprietária da unidade, alega não ter condições de custear os reparos. Quando os demais condôminos se ofereceram para pagar os serviços como parte da manutenção geral do prédio, há cinco anos, ela recusou.

“Um engenheiro que a gente contratou até solicitou que uma das paredes fosse refeita, mas a pessoa não quer. O prédio tem outras pendências, mas essa unidade é a pior. Dois engenheiros fizeram a vistoria. Um deles recomendou que a unidade fosse restaurada imediatamente, e o outro foi mais drástico. Disse que a gente deveria se mudar logo”, conta, preocupado. O síndico diz que não quer “entrar para a estatística”, e, embora considere o apartamento o seu único bem, ele afirma que “a vida é mais importante que tudo”. “Imóvel a gente conquista, financia outro”, pondera.

Laudo

Na Praia do Futuro, uma moradora, que pediu para preservar sua identidade, decidiu deixar sua residência por medo de que o pior aconteça.
Ela conta que, entre 2017 e 2019, foi feita uma obra na laje e outra nas colunas. “Só que ao invés de contratarem um engenheiro, fizeram de qualquer jeito. Tanto que, hoje, as colunas estão todas rachadas. Eu tenho um laudo da inspeção predial que diz que as colunas estão em estado crítico e precisam de reparo imediato. As vigas também”, revela.

O laudo foi feito pelo engenheiro José Soares, especialista em engenharia diagnóstica, e entregue no dia 4 de outubro. O documento aponta uma série de riscos classificados com grau médio.

Entre os perigos de grau crítico, porém, destacam-se o desplacamento de pintura e reboco, a presença de fissuras e rachaduras na fachada, marcas de reboco com material inadequado e instalação elétrica exposta na fachada.

“Outros moradores argumentam que a obra seria muito cara, mas eu acredito que é mais caro ainda perder o seu patrimônio”, argumenta a moradora. Segundo ela, o edifício foi erguido há mais de 35 anos. Ela planejava se mudar em novembro, mas adiantou a saída para este mês. “Vou ficar na casa de parentes, amigos, onde for. Mas aqui já teve muito desgaste”, lamenta.
O engenheiro José Soares elaborou o laudo de um segundo edifício, também na Praia do Futuro, com sete andares e em condições ainda mais críticas. A reportagem visitou o local, mas os moradores não se pronunciaram.

“Eu citei nas conclusões que tem que denunciar para a Defesa Civil, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-CE) e para o Corpo de Bombeiros, porque o risco é muito alto. Estão caindo pedaços de concreto dos pilares, tem paredes com rachaduras grandes, e o muro tem grande inclinação, com risco de cair”, pontua.

O prédio abriga 28 apartamentos, dos quais apenas nove puderam ser visitados pelo engenheiro. Segundo ele, se uma manutenção corretiva não for feita imediatamente, o residencial corre, sim, risco de desabamento, uma vez que oferece “certa instabilidade estrutural”.

Soares explica ainda como se dá o processo de solicitação da inspeção predial. O síndico deve procurar um engenheiro civil para que este ofereça uma proposta para elaborar o laudo de inspeção. Aprovada a proposta, inicia-se a análise.

Falhas

Primeiramente, o engenheiro dá entrada no Crea para emitir a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART). Com isso, o profissional visita a edificação para identificar quais as desconformidades existentes, sejam estas no sistema contra incêndio, estrutural ou elétrico. Ele registra, também, as causas dos problemas e o que deve ser feito para corrigi-los. A partir de então, as falhas devem ser corrigidas de acordo com os prazos estipulados pelo engenheiro, dependendo do grau de risco — mínimo, médio ou crítico.

Com o laudo em mãos, o gestor do prédio deve entrar em contato com empresas que executam os serviços de reparo e solicitar orçamentos para fechar um contrato. Após a manutenção, é dada a entrada na Prefeitura para obter o Certificado de Inspeção Predial (CIP), que também requer o Certificado de Conformidade do Corpo de Bombeiros.

“Em Fortaleza, falta a cultura de entregar a manutenção corretiva e preventiva nas edificações, o que resulta na não-conservação dos materiais. O problema é deixar para cuidar quando está muito comprometido”, diz Soares.

Fonte: DN

sexta-feira, 18 de outubro de 2019

'Nunca o JN ganhou tantos sotaques na bancada', diz Taís Lopes sobre o rodízio do Jornal Nacional

O rodízio de apresentadores em comemoração aos 50 anos do Jornal Nacional entra na oitava semana, neste sábado (19), e marca a vez da cearense Taís Lopes no primeiro programa da televisão brasileira feito em rede nacional. A âncora do Bom Dia Ceará da TV Verdes Mares divide a bancada com Thiago Rogeh, que apresenta o Jornal Anhanguera 1ª Edição, na afiliada da Globo em Tocantins.

Até o fim do mês de novembro, 27 jornalistas de todos os estados brasileiros e do Distrito Federal substituirão Renata Vasconcelos e William Bonner por um dia. A seleção foi por meio de sorteio, e a notícia chegou para Taís por intermédio do colega Luiz Esteves. "Estava no meio de um shopping, sozinha, quando menos esperava. No primeiro momento, eu não acreditei. Achei que ele estava brincando, mas depois vi que realmente era verdade. Fiquei muito feliz na hora, sem reação", relembra.

Além do rodízio, a primeira década do telejornal foi comemorada com lançamento da série "JN 50 Anos", que relembra trechos e participações de repórteres e apresentadores, e do livro "Jornal Nacional: 50 anos de telejornalismo", com registros dos fatos mais relevantes da história mundial desde 1º de setembro de 1969.

Para a jornalista, estar à frente, mesmo que por uma vez, do mais famoso telejornal do Brasil é uma grande responsabilidade. "Eu não estou levando só o meu nome, e sim, o de milhares de cearenses que acompanham o meu trabalho e que estão na expectativa. A sensação é de estar carregando cada um deles comigo. O nosso 'boa-noite' vai ser um só. Quero dar o melhor de mim e fazer com que eles se sintam representados", diz. Já nos estúdios da Rede Globo, Taís tem participado das prévias da realização do telejornal e recebido orientações de William Bonner.

PREPARAÇÃO

Desde que foi anunciada na seleta lista, Taís tem focado as expectativas para o 'grande dia'. Apesar de não ter uma atividade prévia estipulada pela equipe do telejornal, a jornalista intensificou as sessões de fonoaudiologia e tem acompanhado as apresentações das outras duplas.

"Me inspirei muito na Renata Vasconcelos, em como ela e o William Bonner levam o Jornal Nacional todos os dias", conta. Além disso, a apresentadora também aponta a experiência no Bom Dia Ceará como crucial para esse momento. Taís analisa essa iniciativa como engajadora, especialmente, para o público. "Esse projeto dos 50 anos está engajando muitas pessoas, realizando sonhos e unindo os cinco cantos do Brasil. Nunca na história o "boa noite" do JN ganhou tantos sotaques na bancada".

Aos 28 anos, a jornalista realiza um sonho de infância que parecia muito distante. "Vamos acompanhar todo o processo de produção, edição das notícias, a gente vai fazer parte da equipe por alguns dias, o que nos dá uma bagagem gigantesca. Com certeza, vou sair uma outra profissional depois do dia 19", exclama.

"O Jornal Nacional já faz parte da minha vida há muitos anos. Quando eu era pequenininha e assistia com os meus pais, eu achava que aquilo era tão distante, de outro mundo. Hoje está mais real do que nunca para mim, assim como deve está sendo para muitos cearenses". Para a preparação, Taís e Thiago Rogeh começaram os contatos algumas semanas antes.

"Tem sido bacana compartilhar os momentos antes com ele, uma pessoa do bem e companheira", comemorou a cearense. Ambos fizeram 'participações especiais' nos respectivos jornais que já apresentam, dividindo expectativas com o público.

O apoio do público que a acompanha diariamente tem sido fundamental, mas Taís conta que também tem recebido muitas mensagens de pessoas de outros estados. "Depois da notícia, começaram a acompanhar meu trabalho e a mandar mensagens parabenizando e o melhor é ver os cearenses na torcida. Quero que realmente essas pessoas se sintam fazendo parte de todo o processo dessa conquista", afirma.

TRAJETÓRIA NO JORNALISMO

Taís Lopes integra a equipe de reportagem da TV Verdes Mares desde os 23 anos, logo que se formou na Universidade de Fortaleza. Em 2016, aos 26 anos, assumiu a apresentação do Bom Dia Ceará com o jornalista Leal Mota Filho. "Aprendo todos os dias com o Leal, meu parceiro e com toda a minha equipe. O Bom Dia é muito no improviso, então realmente é um aprendizado contínuo".

Com quase uma década de exercício na profissão, a jornalista relembra algumas coberturas que marcaram a carreira, como a desocupação dos manifestantes no Cocó para a construção do viaduto em 2013 e a Copa do Mundo que aconteceu no Brasil em 2014. "Entrar na casa das pessoas e ouvir o que elas estavam passando", também foi algo de suma importância para ela.

Taís é clara quanto ao que a motiva a seguir na profissão. "Poder contar histórias, ajudar de alguma forma, tudo isso é muito gratificante", fala com emoção. Para ela, o jornalismo é estar presente no dia a dia das pessoas, levando informações relevantes para a sociedade. "Fazer a diferença na rotina de cada um, seja em Fortaleza, no interior do estado, nos quatro cantos do Ceará é o que me estimula cada vez mais e eu vou levar toda essa experiência para a bancada do Jornal Nacional" .

Fonte: DN

terça-feira, 15 de outubro de 2019

Tabata Amaral diz que vai à Justiça para manter mandato mesmo fora do PDT

A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) disse nesta segunda-feira (14) que vai entrar com uma ação na Justiça Eleitoral para conseguir manter o mandato após deixar seu partido, do qual ela está suspensa há três meses.
O pedido faz parte de uma ação em conjunto com ao menos seis deputados, do PDT e do PSB, que desejam deixar as siglas mas seguir como parlamentares no Congresso, o que contraria regras eleitorais. “O PDT deixou de ser meu partido”, disse a deputada, durante o programa Roda Viva, da TV Cultura.
Segundo ela, os deputados Flávio Nogueira (PI), Marlon Santos (RS) e Gil Cutrim (MA), que atualmente são colegas da deputada no PDT, além dos deputados do PSB Rodrigo Coelho (SC), Felipe Rigoni (ES) e Jefferson Campos (SP) vão a acompanhar na decisão, que deve ser formalizada nesta terça-feira (15).
Tabata disse que as ações na Justiça serão individuais, mas que alguns interesses em comum motivaram uma coletiva de imprensa conjunta para que os parlamentares expliquem os motivos para os pedidos.
A deputada disse que ainda não se decidiu por um novo partido. Tabata alegou “perseguição política” depois de contrariar a legenda. Como exemplo, disse que teve de pedir uma vaga ao PTB para seguir como relatora de projeto na Câmara. “Estou suspensa, sem conseguir atuar de forma 100% efetiva na Câmara”, disse. “Não vou aceitar que digam que eu fui contra a orientação partidária.”
Tabata também disse que propostas de sua autoria para o partido foram abandonadas, como a construção de um Código de Ética para o PDT. “Eu não atuo mais como vice-líder, os projetos que eu tinha em São Paulo foram cancelados.”
A deputada federal e outros sete parlamentares foram suspensos do partido após votarem favoravelmente à reforma da Previdência no primeiro turno de tramitação da matéria. Na ocasião, em julho, a Executiva Nacional da legenda previa que o processo à qual ela responde na Comissão de Ética do partido deveria durar cerca de dois meses.
Durante o programa, Tabata reclamou do fato de ainda não haver decisão definitiva sobre sua expulsão, mesmo um mês após o prazo estipulado para o julgamento. “O PDT, quando decidiu nos suspender sem nenhum julgamento, disse que teria um prazo de dois meses para nos julgar. Isso faz três meses”, afirmou.
*Com informações do Estadão Conteúdo
Publicado decreto que regulamenta o trabalho temporário; veja os direitos previstos

O decreto que regulamenta o trabalho temporário, a partir da Lei nº 6.019, de 3 de janeiro de 1974, está publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira (15). O documento assinado nessa segunda-feira (14) pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, define trabalho temporário como “aquele prestado por pessoa física contratada por uma empresa de trabalho temporário que a coloca à disposição de uma empresa tomadora de serviços ou cliente, para atender à necessidade de substituição transitória de pessoal permanente ou à demanda complementar de serviços”.

Direitos do trabalhador temporário

O decreto diz ainda que ao trabalhador temporário são assegurados direitos como: remuneração equivalente àquela percebida pelos empregados da mesma categoria da empresa tomadora de serviços ou cliente, calculada à base horária, garantido, em qualquer hipótese, o salário-mínimo regional; pagamento de férias proporcionais, calculado na base de um doze avos do último salário percebido, por mês trabalhado.

Jornada de trabalho

A jornada de trabalho será de, no máximo, 8 horas diárias, podendo ter duração superior a 8 horas na hipótese de a empresa tomadora de serviços ou cliente utilizar jornada de trabalho específica. “As horas que excederem à jornada normal de trabalho serão remuneradas com acréscimo de, no mínimo, 50%, e assegurado o acréscimo de, no mínimo, 20% de sua remuneração quando trabalhar no período noturno”.
Sobre a empresa prestadora de trabalho temporário, o decreto diz que ela fica obrigada a apresentar à fiscalização, quando solicitada, o contrato celebrado com o trabalhador temporário, a comprovação do recolhimento das contribuições previdenciárias e os demais documentos comprobatórios do cumprimento das obrigações estabelecidas pelo decreto que regulamenta a atividade.

Confira o decreto

Leia o Decreto nº 10.060, de 14 de outubro de 2019, que regulamenta o trabalho temporário. Ele entra em vigor a partir desta terça, data de sua publicação.

Fonte: DN

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Prefeitura de Ipueiras divulga programação do aniversário de 136 anos de emancipação política

A prefeitura de Ipueiras divulgou nesta segunda-feira (14) a programação das comemorações dos 136 anos do Município de Ipueiras. Diversos eventos voltados para todas as idades movimentarão o calendário festivo do município nos dias 23, 24 e 25 de outubro no Parque da Cidade. Além do calendário cultural estão previstas duas importantes inaugurações: A entrega da iluminação do Estádio Medeirão no dia 24 de outubro às 19h:30min  e a Inauguração da rodovia CE-189 que liga Ipueiras a Ararendá passando pelos distritos de São José, Balseiros e Livramento com a presença do Governador Camilo Santana.

Confira a Programação:

QUARTA-FEIRA 23 DE OUTUBRO

07:00h - Abertura das comemorações dos 136 anos de Ipueiras com momento cívico e lançamento do selo comemorativo pelos Correios no paço da Prefeitura de Ipueiras.

07:30h – II Feira Agropecuária de Ipueiras com Música ao Vivo, exposição de animais e artesanato no Parque da Cidade.

08:00h – Entrega de Títulos de Propriedade Rural no Parque da Cidade.

08:00h às 12:00h – 1ª FENIP - Feira de Negócios de Ipueiras no Parque da Cidade

Realização: Vox FM 97,7.

08:30h – Ação Itinerante da Prefeitura de Ipueiras no Parque da Cidade com atendimento médico, odontológico, atendimentos de enfermagem e fisioterapia. Unidade Móvel de Saúde com eletrocardiograma e ultrassonografia.

Atendimentos de psicólogos, aplicação de flúor, assistentes sociais, nutricionista, educador físico, corte de cabelo, manicure, atendimentos do cadastro único e bolsa família,emissão de documentos, distribuição de mudas, realização do cadastro ambiental rural e atendimentos jurídicos.

10:00h- Liberação de Crédito Rural pelo Banco do Nordeste no Parque da Cidade.

16:00h – Passeio Ciclístico beneficente pelas principais ruas da cidade. Concentração no Bairro Estação e sorteio de uma bike. Inscrições de 15 a 21 de outubro na Sede da Secretaria de Esporte, Cultura e Juventude. Troque 2kg de alimentos não perecíveis por uma blusa.

18:00h às 22:00h - 1ª FENIP - Feira de Negócios de Ipueiras no Parque da Cidade

Realização: Vox FM 97,7.

19:00h - Inauguração do Letreiro Turístico no Parque da Cidade.

19:30h – Noite das crianças e idosos, com apresentações de danças infantis, parque de diversão e brinquedos infláveis com entrada gratuita.

20:00h - Forró dos idosos com Lero Show.

QUINTA-FEIRA 24 DE OUTUBRO

07:00h – Feira da Agricultura Familiar e Artesanato.

16:00h – Desfile Cívico com a participação dos alunos da rede pública de ensino do Município de Ipueiras.

18:00h às 22:00h - 1ª FENIP - Feira de Negócios de Ipueiras no Parque da Cidade

Realização: Vox FM 97,7.

19:30h – Inauguração da Iluminação do Estádio Francisco Bonfim Medeiros com Jogo da 2ª Fase da Copa Ipueiras de Futebol.

SEXTA-FEIRA 25 DE OUTUBRO

07:30h – Feira de Artesanato no Parque da Cidade.

Fonte: Prefeitura de Ipueiras
Irmã Dulce é canonizada pelo Papa Francisco e se torna a primeira Santa Brasileira

Santa Dulce dos Pobres. É assim que Irmã Dulce passa a ser chamada após a cerimônia de canonização que a tornou santa na manhã deste domingo (13) na Praça de São Pedro, no Vaticano, lotada de fiéis.

A santa, conhecida popularmente como Anjo Bom da Bahia, foi uma das religiosas mais populares do Brasil graças ao trabalho social prestado aos mais pobres e necessitados, principalmente na Bahia.

O Vaticano considera que Santa Dulce dos Pobres é a primeira santa brasileira. Embora outras brasileiras e uma religiosa que atuou no país tenham sido canonizadas pela Igreja Católica anteriormente, irmã Dulce é a primeira mulher nascida no Brasil que teve milagres reconhecidos.

Outros quatro beatos, de diferentes nacionalidades, também foram canonizados por Papa Francisco às 10h35 (5h35 no horário de Brasília) deste domingo (leia mais abaixo).

"Em honra da Santíssima Trindade, pela exaltação da fé católica e para incremento da vida cristã, com autoridade de nosso senhor Jesus Cristo, os santos apóstolos Pedro e Paulo, depois de haver refletido longamente, ter invocado a ajuda divina e escutado o parecer de muitos irmãos do espiscopado, declaramos e definimos santos os beatos: John Henry Newman, Giuseppina Vannini, Mariam Thresia Chiramel, Dulce Lopes Pontes e Marguerite Bauys", declarou o Papa, em latim.

O chamado "rito de canonização" ocorreu na missa de domingo celebrada pelo Papa. Após um canto de entrada, o Papa abriu a celebração e, em seguida, houve um canto de “invocação do Espírito Santo”. O ato é uma forma de pedir a Deus que o ajude a tomar uma decisão acertada.

Depois, em uma "ladainha" — uma oração cantada —, a Igreja invocou a intercessão de todos os outros santos. Em seguida, foi lida a fórmula de canonização. Depois da leitura da fórmula, em latim, os cinco beatos foram considerados santos. A partir daí, houve um canto de comemoração e a missa seguiu como ocorre nos demais domingos.

Além de Irmã Dulce, foram canonizados:

o teólogo e cardeal inglês John Henry Newmann, um dos principais intelectuais cristãos do século 19;a religiosa italiana Giuseppina Vannini;a religiosa indiana Mariam Thresia Chiramel Mankidiyan;a catequista suíça Margherita Bays.

Na homilia da missa de canonização, o Papa Francisco afirmou que as pessoas que se dedicam ao serviço dos mais pobres na vida religiosa fizeram "um caminho de amor nas periferias existenciais do mundo".

Francisco disse que, como os leprosos citados nos textos bíblicos, "todos nós precisamos de cura" e somente Jesus oferece essa cura. Por isso, segundo ele, é preciso rezar, pois "a oração é o remédio da alma''.

A cerimônia foi acompanhada por autoridades brasileiras como o vice-presidente, Hamilton Mourão; o governador da Bahia, Rui Costa; o prefeito de Salvador, ACM Neto; e os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre.

Beatificação e caminhos para canonização

Irmã Dulce foi beatificada em 2011, após ter o primeiro milagre reconhecido. A graça alcançada foi a recuperação de uma paciente que teve uma grave hemorragia pós-parto e cujo sangramento subitamente parou, sem intervenção médica. Após beatificada, Dulce Lopes Pontes passou a ser chamada "Bem-aventurada Dulce dos Pobres".

Para ser considerada santa, Irmã Dulce precisaria ter um segundo milagre reconhecido, o que ocorreu em maio deste ano. O miraculado, o maestro soteropolitano José Maurício, voltou a enxergar após fazer uma oração para a então beata. Ele teve glaucoma e começou a perder a visão em 1999. Em 2000, ele já estava cego, mas em 2014 voltou a enxergar.

Além do milagre recebido por José Maurício, outras duas graças alcançadas por devotos após orações a Irmã Dulce estavam sendo analisadas pelo Vaticano para o processo de canonização da religiosa.
Os três casos foram enviados ao Vaticano pelas Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), em 2014, após análise de profissionais da própria instituição. Os outros dois milagres que ainda não foram confirmados pelo Vaticano continuam sendo analisados.

O Vaticano tem quatro exigências quanto à veracidade de uma graça, até ser considerada milagre: ser preternatural (a ciência não consegue explicar), instantâneo (acontecer imediatamente após a oração), duradouro e perfeito.

Trajetória de Irmã Dulce

Nasceu em 26 de maio de 1914, em Salvador
Quando ela tinha 7 anos, sua mãe morreu
Aos 13 anos, ela acolhia mendigos e doentes na casa onde morava com o pai e os irmãos, no bairro de Nazaré, na capital baiana

A vida religiosa começou aos 18 anos, quando, após se formar como professora primária, ela ingressou na Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus.

Somente aos 19 anos, mais especificamente em 13 de agosto de 1933, recebeu o hábito de freira e adotou o nome de Irmã Dulce em homenagem à mãe, que se chamava Dulce Maria; naquele mesmo mês, ela viveu 6 meses em São Cristovão (SE) e depois voltou para Salvador
No ano de 1935, iniciou a assistência à comunidade carente, sobretudo nos Alagados, conjunto de palafitas que foi formado no bairro de Itapagipe, na capital baiana

Em 1939, Irmã Dulce invadiu cinco casas, em um local de Salvador conhecido como Ilha dos Ratos. Nos imóveis, ela acolhia enfermos e desabrigados

Ainda na década de 30, ajudou operários do bairro de Itapagipe, em Salvador, a formarem a União Operária São Francisco. Logo depois, juntamente com Frei Hildebrando Kruthaup, fundou o Círculo
Operário da Bahia

Junto aos trabalhadores, ela inaugurou um colégio para os filhos dos operários e ainda ajudou a fundar os cinemas Plataforma e São Caetano, além do Cine Teatro Roma; a renda obtida nos cinemas contribuía para a manutenção do Círculo Operário

Na década de 60 transformou um galinheiro do Convento de Santo Antônio em albergue. Mais tarde, o lugar deu origem ao Hospital Santo Antônio, no Largo de Roma, em Salvador, e as Obras Sociais que levam o nome dela

Em 13 de março de 1992, faleceu em Salvador na Bahia

Em 2012, foi nomeada beata

Em 13 de outubro de 2019 foi canonizada e se tornou santa com o nome Santa Dulce dos Pobre.

Fonte: G1
Ator cearense é único brasileiro a participar pela 2ª vez de Festival em Buenos Aires

O diretor do Grupo de Teatro Bola 8, na cidade da Argentina, Orlando Avellaneda, convidou pelo segundo ano consecutivo, o ator e, também, diretor teatral cearense Wellington Silva, a participar da 3ª edição do Festival Latino Americano de Teatro (FELT), que será realizado de 17 a 21 de outubro de 2019, na Sala Cultural  Ensueños de La Sociedad de Fomento Villa Vallier.
“Eu Sou Assim…” é o nome do monólogo da Cia. WSA de Teatro de Icó, que tem  Wellington como protagonista. O espetáculo mostra o drama do “EU” com o mundo, a aceitação e a não aceitação da vida por parte de personagens espirituais. A história segue até surgir o personagem Carlinhos levando o público a perceber a descoberta da determinação, e a reflexão do que realmente significa o viver.
Wellington Silva viaja nesta terça (16), devendo permanecer até 21 de outubro, em Buenos Aires, na Argentina, onde encenará o espetáculo e realizará algumas oficinas e conversações de teatro. Vincular e desenvolver novas experiências é a finalidade maior do FELT que oferece ao ator, acomodação e estadia de 17 a 21 deste mês.
O FELT
Participarão desta edição do Festival Ensueños Latinoamericano de Teatro, elencos, atores, diretores, dramaturgos e referentes grupos e companhias teatrais da Argentina, Chile, Peru, Colômbia, Paraguai, México, Bolívia, Venezuela, Estados Unidos e Brasil. A finalidade do FELT é fortalecer laços entre organizações, criar redes culturais, intercambiar experiências e difundir a arte dramática latino-americana.
A Sala Cultural Ensueños de La Sociedad de Fomento Villa Vallier, criadora e organizadora do Festival, produz este encontro com o intuito de estreitar os laços entres os participantes e companhias. Além de seguir ampliando as redes, o FELT tem também, a ideia de pensar ações conjuntas, visando aumentar mais à frente, a rede de artes cênicas latino-americana.
Prêmios da Cia. WSA de Teatro de Icó
*Melhor Monólogo
*Melhor Ator
*Melhor Maquiagem
(Todos em Trindade, no Estado de Pernambuco)
Programação de Wellington Silva (Em Buenos Aires-Argentina)
*A Oficina com a Cia.WSA de Teatro
De 17 a 21 de Outubro de 2019
*Conversações
Em todos os dias no período mencionado acima.
*Apresentação de “Eu Sou Assim”
Dia: 19.10 às 21 horas, na Sala Ensueños de La Sociedad de Fomento Villa Vallier.
Dia: 20.10 às 18h, no Centro Cultural Comunitário El Bondi
Fonte: ANC