quarta-feira, 17 de abril de 2019

Governador do Ceará destinará R$ 150 milhões para recuperação de estradas danificadas pela chuva

O governador do Ceará Camilo Santana (PT) anunciou que haverá um investimento de R$ 150 milhões para a recuperação das estradas e rodovias cearenses danificadas pela chuva. Em transmissão ao vivo nas suas redes sociais no início da tarde desta terça-feira, 16, Camilo indicou que alguns trechos terão seus buracos tampados, enquanto outros terão toda a pavimentação asfáltica refeita.
O volume de chuvas em 2019 tem sido alto em todo o Estado. Ao chegar na metade do mês de abril, as chuvas já estão quase atingindo a média histórica esperada: já choveu no Ceará 71% da média para o mês. Ao mesmo tempo em que os reservatórios têm sido abastecidos e a esperança da população do interior tem aumentado, as precipitações também causam problemas.
O anúncio da recuperação já havia sido feito no dia 26 de março deste ano. Nesta terça, Camilo voltou a afirmar que as obras devem começar logo que acabe o período chuvoso do Estado e irão ser guiadas por um relatório apresentado pelo Departamento Estadual de Rodovias (DER), que realizou levantamento dos locais danificados.
"Algumas estradas foram rompidas, buracos em muitas outras, todos causados pelas chuvas. Muitas delas estradas já velhas no Estado. Eu solicitei há algumas semanas atrás que o DER fizesse um relatório das estradas que precisariam de uma intervenção imediata do Estado e recebi o relatório ontem", relatou Camilo.
Camilo pediu a compreensão da população ao afirmar que o início das obras não seria imediato. Segundo ele, este não é o período adequado para a realização dos consertos, por conta da chuva. "Nesse momento, se eu começar a fazer (a recuperação), é como se estivesse jogando dinheiro fora. É consertar um buraco agora, é colocar um asfalto novo e daqui a alguns dias vai estar o buraco novamente na estrada. Asfalto não combina com água", justificou.
Conforme indicou o governador, o relatório apresentado pelo DER indica os locais a serem recuperados, o tamanho de cada trecho danificado e possui também uma estimativa do valor a ser gasto em cada um deles. "Fora todos os investimentos que tenho feito em novas estradas, em duplicações, que estão em andamento e estão para serem licitadas, assim que pararem as chuvas nós iniciaremos uma grande frente para recuperar as estradas cearenses", concluiu ele.
Fonte: O Povo
Região da Ibiapaba concentra as maiores chuvas das últimas 24 horas, diz Funceme

Pelo menos 56 cidades cidades do Ceará registraram chuvas entre 7h de terça-feira (16) e 7h da manhã de quarta-feira (17). Os dados são da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) e foram atualizados às 8h45. Entre as maiores precipitações, destaca-se Ibiapina, localizada na Região da Ibiapaba, que registrou 71 milímetros.
Destacam-se ainda os municípios de Apuiarés e Horizonte, com precipitações de 60,6 mm e 52 mm, respectivamente. 
10 maiores chuvas por posto no dia:
(78 postos com chuva de 101 informados)

  1. Ibiapina (Posto: Ibiapina) : 71.0 mm
  2. Apuiarés (Posto: Apuiares) : 60.6 mm
  3. Horizonte (Posto: Horizonte) : 52.0 mm
  4. Ararendá (Posto: Lagoa De Santo Antonio) : 38.0 mm
  5. Bela Cruz (Posto: Bela Cruz) : 37.0 mm
  6. Caucaia (Posto: Caucaia) : 31.4 mm
  7. Quixeramobim (Posto: Sao Miguel) : 30.0 mm
  8. São Benedito (Posto: Sao Benedito) : 29.0 mm
  9. Ipu (Posto: Flores) : 29.0 mm
  10. São Gonçalo Do Amarante (Posto: Sede) : 26.0 mm
Previsão para quarta e quinta-feira
O Ceará segue com previsão de nebulosidade variável com eventos de chuva no litoral, no Maciço de Baturité e na Ibiapaba para esta quarta-feira (17). Nas demais regiões, há possibilidade de chuva. A análise foi realizada na tarde ontem pela Funceme.
Conforme a imagem do satélite GOES-16, das 16h desta terça (16), há nuvens sobre o Ceará. Elas estão associadas à proximidade da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que se encontra no norte do Nordeste. A atuação deste sistema vem colaborando para uma maior ocorrência de precipitações nas áreas próximas à faixa litorânea.
Ao longo de hoje, a expectativa é que o estado como um todo tenha cobertura variada ao longo de nuvens ao longo do dia e, nas áreas indicadas com eventos de chuva, as precipitações deverão chegar em mais de 50% do território. Nas demais, entre 5% e 20% da área sob previsão. Tais chuvas não serão contínuas.
Já para esta quinta-feira (18), nebulosidade variável com eventos de chuvas no centro-norte. No sul, há possibilidade de chuva.
Situação hídrica
Neste ano, o balanço parcial indica que as chuvas do Ceará já encontram-se em torno da média histórica, que é de 600,7 milímetros entre fevereiro e maio. Os dois primeiros meses da quadra chuvosa ficaram 45% e 15,6% acima da média, respectivamente.
Apesar das precipitações observadas, os açudes do Ceará ainda estão em cenário crítico. Dos 155 reservatórios monitorados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), 78 estão com volume abaixo dos 30%. O Castanhão, maior açude do estado, tem, neste momento, apenas 5,10% da sua capacidade total.

Fonte: DN

terça-feira, 16 de abril de 2019

Boas notícias da chuva: Castanhão tem maior aporte e passa de 5% pela 1ª vez no ano; Orós vai de 5% para 8%

Os últimos dias trouxeram boas notícias para o cearense em relação ao abastecimento hídrico. Nos últimos sete dias, o Castanhão foi o açude que recebeu maior aporte, com 36,4 milhões de metros cúbicos.
Descontado aquilo que evaporou e o volume de água liberado, o volume do açude aumentou 28 milhões de metros cúbicos. Essa quantidade representa crescimento de 0,82% no volume total. Embora pareça pouco, é significativo diante do tamanho do Castanhão.
Com isso, pela primeira vez neste ano, o nível do maior e mais importante reservatório do Ceará passou de 5% pela primeira vez neste ano. No acumulado do ano, o Castanhão acumula aporte de 127,7 milhões. O atual volume do Castanhão é de 339,3 milhões de metros cúbicos.
Orós
A notícia é boa também no segundo maior açude do Estado, O Orós. O reservatório tem tido crescimento significativo ao longo do mês de abril. Passou de 5,25% no dia 1º deste mês para 8,14% nesta segunda-feira, 15. Nos últimos sete dias, o Orós recebeu aporte de 32,4 milhões de metros cúbicos. Nos últimos sete dias, o aporte do Orós só foi menor que o do Castanhão. Desde o início do ano, o Orós recebeu 63,4 milhões de metros cúbicos. O que significa que, na última semana, o açude recebeu mais da metade da água que entrou desde 1º de janeiro.
No acumulado do ano, todavia, o açude com maior aporte no Ceará é o Araras, localizado em Varjota, na Zona Norte do Estado. Desde 1º de janeiro, o reservatório acumulou 265,7 milhões de metros cúbicos. Atualmente, o Araras está com 48% da capacidade.
O Ceará tem hoje 32 açudes sangrando e outros dois estão próximos da capacidade máxima.
Fonte: O Povo
Dodge quer Eunício Oliveira e demais respondendo na 1ª instância

Rachel Dogde, Procuradora-Geral da República,  enviou hoje pedido para o Supremo Tribunal Federal informando seu declínio de competência para atuar nas ações que envolvem políticos e ex-políticos, com participação na operação “Lava-jato” e nos casso de recebimento de propina sobre aprovação das Medidas Provisórias 613/2013, 470/2009 e 472/2009.  Na petição, Dodge aponta  o entendimento recente da Corte sobre os julgamentos de partes sem foro privilegiado, com a perda da prerrogativa da função, e observa que as investigações devem seguir seu curso normal.
Dentre os que irão responder no âmbito da justiça comum estão Aécio Neves (PSDB/MG), Gleisi Hoffmann (PT/PR), Romero Jucá (MDB/RR), Eduardo Cunha (MDB/RJ), Antonio Anastasia (PSDB/MG) e Eunício Oliveira (MDB/CE). Segundo a chefe da PGR, os processos que constam em nome dos ex-senadores Eunício Oliveira e Romero Jucá  e do ex-deputado federal Eduardo Cunha (Inquérito 4.332) devem ser enviados para a justiça federal do Distrito Federal. De acordo com os autos, tanto Jucá (MP”s 470/2009 e 472/2009) como Eunício (MP 613/2013) estão sendo acusados de receberem propina pelo apoio na conversão de medidas provisórias em leis.
Já o inquérito que investiga a deputada federal Glasi Hoffmann, deve ser enviado para a  6.ª Vara Federal Criminal da Seção Judiciária de São Paulo. Conforme os documentos,  Glasi quando ainda senadora participava de um esquema de pagamento de propina milionária para diversos agentes públicos  entre os anos 2009 e 2015,  por meio de organização criminosa, no âmbito do antigo Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão.
Em relação à Aécio e Anastasia, o entendimento da PGR é que a investigação dos fatos no inquérito 4.432 que apura os delitos de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e corrupção ativa, que deve prosseguir na Justiça Federal de Minas Gerais.
*Com informação PGR

terça-feira, 9 de abril de 2019

Projeto que extingue Exame de Ordem faz OAB buscar deputados cearenses

Um projeto de lei que extingue o Exame de Ordem como exigência para inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), de autoria do deputado federal José Medeiros (Pode-MT), motiva divergências no Congresso Nacional e, também, reações de operadores do Direito. O objetivo da proposta, desarquivada na atual legislatura, é equiparar a profissão de advogado a outras atividades profissionais que não têm a necessidade de submissão a uma avaliação, o que tem feito a categoria dialogar com parlamentares em busca de apoio a pautas.
No Ceará, a OAB está preocupada com a quantidade de projetos tramitando no Legislativo que podem afetar a entidade. Em reunião realizada na segunda-feira (8), metade da bancada cearense na Câmara se comprometeu em atuar em defesa da Ordem, visto, segundo deputados, a relevância da OAB para a sociedade brasileira.
O projeto original que extingue o Exame de Ordem é de autoria do então deputado federal Jair Bolsonaro, hoje presidente da República. Ele, inclusive, já eleito presidente, se manifestou contra o Exame aplicado aos recém-formados, justificando que isso acaba por criar "boys de luxo de escritórios de advocacia".
De acordo a proposta de José Medeiros, a Constituição estabelece que a educação será promovida com a colaboração da sociedade e, por isso, não há dúvida sobre "a competência dos estabelecimentos de ensino em qualificar o cidadão para o exercício profissional e, como consequência, exclui tal atribuição da Ordem dos Advogados do Brasil".
O deputado afirmou, recentemente, que propôs novamente o projeto porque o anterior foi arquivado com o fim do mandato do então deputado Jair Bolsonaro.
Além deste, outros 31 projetos que estão no Congresso são de interesse da entidade, incluindo o que trata da criminalização da violação das prerrogativas dos advogados. "Essas matérias são urgentes e dependem do engajamento da bancada federal cearense, para que haja uma tramitação positiva", afirmou o presidente da OAB Ceará, Erinaldo Dantas.
"Queremos ainda deixar a OAB aberta para discutirmos com os deputados sobre projetos como a porte de armas, lei anticrime, Previdência... Temos aqui um vasto acervo de grandes juristas que pode contribuir para esses respectivos projetos", expôs.
Agenda extensa
Entre deputados cearenses, a aproximação foi vista como positiva. Roberto Pessoa (PSDB) lembrou que há 20 anos não havia uma reunião entre a bancada federal e a OAB no Ceará. "Somos pioneiros e estamos começando a nos entender. Já encaminhei os projetos para que minha assessoria, em Brasília, possa fazer triagem dos projetos que a OAB nos entregou", disse.
Para o coordenador da bancada, Domingos Neto (PSD), há um novo momento na relação entre Congresso e OAB, o que proporcionará maior conhecimento da bancada. "Os advogados presidencialistas conhecem o funcionamento da Previdência; os trabalhistas, os problemas do Direito do Trabalho; e os criminalistas, do Direito Penal. Dessa relação, nascerão muitos projetos de lei, de iniciativa, em conjunto", defendeu.
André Figueiredo (PDT) defendeu que haja senso de moderação entre as entidades para que o Brasil não enfrente mais crises no futuro. Já Heitor Freire (PSL), único membro da base governista presente, destacou como "louvável" a proximidade entre OAB e Congresso Nacional.
Compareceram ao evento, realizado na sede da OAB Ceará, os deputados federais Domingos Neto, André Figueiredo, Denis Bezerra, Eduardo Bismarck, Idilvan Alencar, José Airton Cirilo, Júnior Mano, Heitor Freire, Mauro Filho e Roberto Pessoa.

Fonte: DN
Luizianne muda tom ao falar de irmãos Ferreira Gomes

A ex-prefeita de Fortaleza, deputada federal Luizianne Lins, afirmou ontem que o PT terá candidato próprio para disputar o Paço Municipal em 2020. Ela não descartou diálogo com o grupo político de Ciro e Cid Gomes, ambos do PDT, até então adversários políticos.
Ela e lideranças locais do partido, além do quadros do Psol-CE e PCdoB e movimentos sociais, estiveram no auditório na Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores Familiares do Ceará (Fetraece) para lançamento do comitê Lula Livre.
"Majoritariamente, o PT tomou a decisão de que terá candidato, vai ter protagonismo nesse processo eleitoral e nós vamos discutir os diversos nomes que estão postos", adiantou.
A parlamentar diz que quer explicar ao eleitorado o que as gestões petistas à frente de Fortaleza, com a eleição e reeleição dela (2005-2012), representaram para a Capital: "muito diferente do que está posto aí", disse, comparando-se a Roberto Cláudio (PDT).
Questionada se poderia celebrar acordo com o PDT e, especificamente, com os irmãos Ciro e Cid Gomes, desconversou: "é um debate a ser feito. É um debate a se fazer para o bem da cidade".
Indagada outra vez se a fala implica possibilidade de aliança com os irmãos, Luizianne disse que "sempre nós vamos estar abertos a todos que queiram se somar a um projeto democrático e popular".
E o grupo de Ciro e Cid é compatível com esta ideia? "Não vou entrar nessa discussão, você está querendo que eu entre numa discussão que, na verdade, ainda vai ser feita. Vai criar mais problemas do que soluções", encerrou.
Durante a corrida eleitoral de 2018, Luizianne disse, em Live do O POVO, que o então candidato Ciro "nunca foi de esquerda" e que não reunia qualidades para governar o País. "Muito menos acho que o PT o apoiaria ou sairia como vice dele", disse em 12/05/2018.
Ciro Gomes, por sua vez, tem afirmado em entrevistas não ter problemas com o PT. As falas do ex-governador têm mirado o que chama de "cúpula petista" ou "burocracia petista".
Um dos integrantes dessa "cúpula", o ex-senador Lindbergh Farias (PT-RJ) limitou-se a dizer que, mais do que polemizar, a maior preocupação do PT, hoje, é o engajamento na campanha pela liberdade do ex-presidente Lula. Segundo ele, "a eleição está longe". Farias assegura ainda que a decisão sobre a sucessão de RC será objeto de deliberação do PT cearense.
O principal adversário do grupo intitulado progressista será o deputado federal Capitão Wagner (Pros). Na última sexta-feira, na Assembleia Legislativa, ele disse que o PSL deverá indicar a vice na chapa dele, em razão do tamanho adquirido pelo partido. Destacou, entretanto, quadros do PSDB, como Carlos Matos e a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Mayra Pinheiro.
Fonte: O Povo
Assembleia Legislativa lança enquete sobre liberação de bebidas nos estádios; saiba como votar

A Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) decidiu consultar a população cearense sobre a liberação de bebida nos estádios. Uma enquete foi lançada no site oficial da Casa. De acordo com o legislativo, o posicionamento dos cearenses vai se transformar em um relatório de consulta dos parlamentares antes da votação do Projeto de Lei do deputado Evandro Leitão (PDT). 
O cearense vai responder à seguinte pergunta: “O projeto de lei 85/2019 propõe liberar e disciplinar o comércio e o consumo de bebidas de até 10% de teor alcoólico em estádios e arenas desportivas no estado do Ceará. Qual sua opinião sobre a matéria?”. Há três opções de resposta: "A favor", "Contra" ou "Não sei". 
Na sequência, vai abrir uma janela para o cidadão preencher um cadastro com os campos obrigatórios: nome, número de CPF válido, data de nascimento, cidade e estado. Somente com todas as informações inseridas é que o voto será validado. De acordo com o presidente José Sarto (PDT), a enquete ficará no ar até a véspera da votação da matéria. 
Projeto 
O projeto autoriza o comércio e o consumo de bebida cujo teor alcoólico não seja superior a 10% em estádios e arenas desportivas no estado do Ceará. Segundo a matéria, a comercialização deverá ser feita por fornecedores devidamente cadastrados junto à administração do respectivo estádio ou arena desportiva. O assunto tem gerado polêmica nas dependências da Assembleia.
Fonte: Diário do Nordeste 

domingo, 7 de abril de 2019

População aprova mudança de local da Feira em Ipueiras

A população de Ipueiras aprovou a mudança dos permissionários do Mercado Público para a rua Cel. José Pompeu, denominada pelos visitantes, feirantes e comerciantes  de “Feira Livre” ou simplesmente “Feira de São Cristóvão de Ipueiras”, o local virou ponto de encontro todos os dias, em especial aos sábados na cidade.


A referência a “Feira de São Cristóvão” do Rio de Janeiro, se deve ao lugar que tornou-se uma opção para ir pela manhã à tarde, para fazer compras, comer ou cair no forró. As barracas vendem de tudo, desde produtos culinários, passando por roupas e carnes.


A Feira Livre ganhou identidade própria nesse sábado (06), os visitantes andaram pelas barracas, que ganharam coberturas e estrutura para receber a população.

Frequentadora do Mercado Público, Maria Auxiliadora, aprovou a mudança. Ao chegar a Feira, encontrou um ambiente organizado e limpo, “adorei tudo, ficou muito bonito”, concluiu.


Já o marchante Pedro, parabenizou a ação do prefeito Nenem do Cazuza em ter acomodado todo mundo com segurança e foi bem claro em ressaltar seu contentamento e alegria. “O que eu vendia em uma semana, consegui vender tudo hoje, graças ao local que nós estamos”, concluiu.

Outro comentário chamou a atenção do comerciante Ivanildo, o mesmo trabalha no Mercado há mais de 20 anos. Um dos seus clientes, chegou rindo na sua barraca e disse: “Eita que lugar mais animado cumpade Vanir, soube que vão tirar os entulhos de dentro do Mercado pra vocês voltarem pra lá, vou logo dizendo, se tirarem uma caçambada, faço questão de colocar duas de volta, quero mais sair daqui não”, e saiu dançando ao som do grupo Brilho do Forró.


A estrutura interna do Mercado Público foi demolida na noite de quarta-feira (03), após apresentar rachaduras e comprometer o local. Todos os permissionários foram remanejados para um novo ambiente. A prefeitura contratou barracas, instalou energia e água para viabilizar a situação dos feirantes no espaço, proporcionando segurança e comodidade.

Carlos Moreira

quinta-feira, 4 de abril de 2019

Após demolição da parte interna do Mercado Público em Ipueiras, prefeitura prepara plano de ação para remoção dos escombros.

Com a interdição do Mercado Público pelo Corpo de Bombeiros em Ipueiras, segunda-feira, dia 01 de abril, comerciantes tiveram que retirar seus pertences às pressas do local, o órgão após a vistoria apontou perigo imediato de desabamento.

Não medindo esforços, o prefeito Nenem do Cazuza convocou toda a sua equipe para resolver a situação de forma rápida e segura. Contratou estrutura com barracas para acomodar os feirantes na rua Cel. José Pompeu e reuniu-se com os engenheiros da prefeitura para buscar uma solução confiável.


Na noite dessa quarta-feira (03), a parte interna veio ao chão após várias tentativas. Destaque para a maquinista Adrielly Ferreira, única mulher envolvida na ação, foi dela o feito de puxar o cabo de aço com um trator enchedeira colocando a baixo toda a estrutura central do Mercado. A operação contou com a participação e apoio das secretarias de Obras, Meio Ambiente, Agricultura e Transportes.

Os comerciantes da área externa do Mercado foram liberados para voltarem ao local nesta quinta-feira (04). Aos poucos a normalidade toma conta do cotidiano dos ipueirenses.

A segunda etapa agora é remover os escombros para um local seguro após a licença ambiental ser expedida pela secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano do município. A terceira etapa com brevidade será colocada em prática, o Mercado Público será revitalizado, trazendo assim mais comodidade e segurança para os feirantes, comerciantes e clientes.

Confira o vídeo:


Carlos Moreira 
WhatsApp libera novas configurações de privacidade para grupos que impede que você seja convidado mesmo sem querer

Cada vez mais, os usuários do WhatsApp utilizam os grupos para se conectarem com família, amigos, colegas de trabalho, de classe, etc. “Como as pessoas utilizam grupos para conversas importantes, os usuários nos pediram para que tivessem mais controle ao utilizar o app. Hoje, apresentamos um novo recurso de privacidade e sistema de convite para ajudar você a decidir quem pode adicionar você a um grupo”, diz nota da empresa.

Como fazer?

Para ativá-lo, vá para Configurações no seu aplicativo, e então toque em Conta > Privacidade > Grupos e selecione uma das três opções: “Ninguém”, “Meus contatos”, ou “todos”. “Ninguém” significa que você terá que aprovar a entrada em cada grupo para o qual você foi convidado, e “Meus contatos” significa que somente usuários da sua lista de contatos poderão adicionar você a um grupo.

Nesses casos, será solicitado que a pessoa que convidar você a um grupo envie um convite privado em uma conversa privada, dando a você a escolha de participar de um grupo. Você terá três dias para aceitar o convite antes que ele expire.

Com esses novos recursos, os usuários terão mais controle das mensagens em grupo que receberem. Essas novas configurações de privacidade começarão a entrar em vigor para os usuários a partir de hoje e estarão disponíveis para quem utilizar a última versão do WhatsApp.

Fonte: Diário do Nordeste